pt
en
aa+
-aa

Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência de navegação.

ACEITO

Este relatório analisa a evolução da situação económica internacional e portuguesa, bem como os desenvolvimentos orçamentais do sector das administrações públicas até ao final do 3.º trimestre de 2015. A análise do Conselho das Finanças Públicas (CFP) assenta nas estatísticas macroeconómicas divulgadas pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) em 30 de novembro de 2015 e nas contas trimestrais das administrações públicas em contabilidade nacional (não financeiras e financeiras) publicadas em 23 de dezembro de 2015 pelo INE e a em 4 de janeiro de 2016 pelo Banco de Portugal (BdP). O CFP avança também neste documento com uma prospetiva para os principais indicadores económicos e orçamentais para o conjunto do ano de 2015.

 

Para uma melhor análise dos desenvolvimentos orçamentais, a receita e a despesa das administrações públicas são corrigidas de efeitos que não se repercutem de forma permanente nas suas necessidades de financiamento. A análise dos agregados orçamentais (assim) ajustados permite avaliar o esforço de consolidação realizado, facilitando a monitorização da evolução dos agregados em termos estruturais e a avaliação da orientação da política orçamental.
 

Execução Orçamental . Relatório nº 1/2016 . 15 janeiro 2016