Ir para o conteúdo principal
pt | en
aa+
-aa
A
B
C
D
E
F
G
H
I
J
K
L
M
N
O
P
Q
R
S
T
U
V
W
X
Y
Z
A-Z

Balança comercial

A balança comercial, também designada por balança de bens e serviços, corresponde à diferença entre exportações e importações de bens e serviços. Pode ser calculada separadamente para transações de bens (balança de bens) e de serviços (balança de serviços).


Balança corrente

A balança corrente apresenta fluxos de bens, serviços e rendimentos primários e secundários entre residentes e não residentes. Esta balança regista as exportações e as importações de bens e de serviços (balança comercial), os rendimentos de quem trabalha ou investe (rendimentos primários) e as transferências correntes tais como remessas de emigrantes (rendimentos secundários) que o país recebe e paga ao resto do mundo. O saldo da balança corrente mostra se o país está a conseguir reduzir o endividamento face ao exterior (saldo positivo ou excedente corrente) ou se está a agravar o endividamento externo (saldo negativo ou défice corrente).


Balança de capital

A balança de capital abrange transferências de capital e a aquisição/cessão de ativos não financeiros não produzidos. Esta balança inclui as ajudas ao investimento como os fundos europeus para infraestruturas; transferências de património como heranças ou perdão de dívidas; e trocas de marcas, licenças, terrenos e outros recursos naturais. Na relação do país com o exterior, o saldo da balança de capital mostra se o país recebe mais do que paga (saldo positivo ou excedente) ou se paga mais do que recebe (saldo negativo ou défice) ao resto do mundo.


Balança de pagamentos

A balança de pagamentos regista as transações entre residentes e não residentes ocorridas durante um determinado período. Esta é composta pela balança corrente, que inclui as balanças de bens e de serviços, e de rendimentos primários e secundários, pela balança de capital e pela balança financeira. O princípio contabilístico da dupla entrada utilizado no registo das operações assegura que a soma de todas as transações internacionais - correntes, de capital e financeiras - seja, em princípio, igual a zero. A balança financeira mostra, assim, como se financia o saldo conjunto das balanças corrente e de capital. As estatísticas da balança de pagamentos contabilizam o comércio, o investimento ou as transferências feitas entre o país e o resto do mundo. Para avaliar o desempenho anual de uma economia face ao exterior é habitualmente utilizado o saldo conjunto das balanças corrente e de capital, sendo positivo em caso de excedente e negativo em caso de défice.


Balança financeira

A balança financeira regista as transações em ativos e passivos financeiros que tiveram lugar entre residentes e não residentes. Esta apresenta as transações em termos líquidos: as aquisições líquidas de ativos financeiros correspondem às aquisições de ativos líquidas de reduções em ativos. A balança financeira indica, em termos líquidos, as categorias funcionais, sectores, instrumentos e maturidades utilizadas nas transações financeiras internacionais. Inclui investimento direto, investimento de carteira, derivados financeiros (que não reservas) e opções sobre ações concedidas a empregados, outro investimento e ativos de reserva. A balança financeira integra os montantes que o país investe ou capta no estrangeiro, como são os casos do investimento direto em empresas, do investimento de carteira em ações, obrigações e títulos de dívida ou dos empréstimos do Fundo Monetário Internacional. Na relação do país com o exterior, o saldo da balança financeira mostra se o país está a mobilizar mais financiamento vindo do estrangeiro (saldo negativo) ou se está a investir mais no exterior (saldo positivo).


Balanço contabilístico verde

Balanço contabilístico verde é um documento de relato financeiro onde constam os ativos e passivos referentes aos recursos naturais e posição ambiental de um país. A informação disponibilizada neste documento, presta-se a aferir o capital natural de um determinado Estado e a forma como as políticas delineadas afetam as rubricas nele contidas.


Bilhetes do Tesouro

Títulos de dívida pública de curto prazo (com prazos para a maturidade até um ano) representativos de um empréstimo da República de Portugal, emitidos a desconto (ou seja, com um preço inferior ao valor nominal refletindo o pagamento antecipado dos juros), através de leilão ou subscrição limitada e reembolsáveis no vencimento pelo seu valor nominal.