pt
en
aa+
-aa

Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência de navegação.

ACEITO

"Para uma reforma abrangente da organização e gestão do sector público"

 

O ciclo de seminários “Sextas da Reforma”, sobre uma reforma abrangente da organização e gestão do sector público, é uma iniciativa conjunta do Banco de Portugal, do Conselho das Finanças Públicas e da Fundação Calouste Gulbenkian, que terá início no outono de 2013.

Ciclo de Seminários “Sextas da Reforma

A iniciativa foi apresentada em 7 de maio de 2013, na Sede do Banco de Portugal. Na sessão, em que estiveram presentes o Governador do Banco de Portugal, Dr. Carlos da Silva Costa, a Presidente do Conselho das Finanças Públicas, Dra. Maria Teodora Cardoso, e o Presidente do Conselho de Administração da Fundação Calouste Gulbenkian, Dr. Artur Santos Silva (na foto acima), foi também apresentado o volume dos “proceedings” da conferência realizada entre 28 e 30 de janeiro (ver mais abaixo).

 

Os seminários decorrerão, uma vez por mês, numa sexta-feira à tarde, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa. Em cada sessão, especialistas farão apresentações e comentários sobre os temas em análise, alargando-se a discussão ao público presente. A Comissão Organizadora pode dirigir convites a especialistas sobre temas concretos ou selecionar as apresentações submetidas (call for papers).

 

No ciclo “Sextas da Reforma” serão abordados temas tão variados como a organização e partilha de informação na administração pública, a liderança e motivação de recursos humanos, a modernização administrativa, os indicadores de desempenho na administração pública, a articulação entre sector público e sector privado na provisão de bens e serviços (saúde e educação), a avaliação da reforma da Segurança Social, entre outros.

 

O ciclo de seminários “Sextas da Reforma” surge na sequência da conferência e workshop  “Para uma Reforma Abrangente da Organização e Gestão do Sector Público”, que teve lugar entre 28 e 30 de janeiro de 2013, na Fundação Calouste Gulbenkian. Esta iniciativa marcou o início da colaboração entre o Banco de Portugal, o Conselho das Finanças Públicas e a Fundação Calouste Gulbenkian, com o objetivo de:

 

  • Realçar a importância de uma reforma abrangente da administração pública portuguesa;
  • Contribuir para a criação de uma opinião pública informada, que pressione os protagonistas políticos a promoverem e apoiarem a indispensável reforma do setor público; e
  • Estimular o surgimento de soluções concretas de reforma do setor público, adaptadas ao caso português, mas tendo em conta as melhores práticas internacionais.

 

A colaboração entre o Banco de Portugal, o Conselho das Finanças Públicas e a Fundação Calouste Gulbenkian prosseguiu com a realização, em 15 de abril de 2013, no Banco de Portugal, do Seminário do Professor Murilo Portugal sobre “Endividamento, Ajustamento e Responsabilidade Fiscal: a Experiência do Brasil” (apresentação).